Práticas que distanciam a presença de Deus Ex 32

"Praticas que distanciam a presenca de Deus"

"Práticas que distanciam a presença de Deus"

Antes de falar da Presença em si de Deus, devo analisar um pouco do contexto, deste texto para ter noção da barbárie que ocorre em Ex 32, sabemos muito bem que Ex 32 retrata o dia que parte do povo de Israel pediu que Arão fizesse um bezerro de ouro para que eles pudessem adorar, mas antes temos algumas situações, que já havia acontecido que é necessário mencionar. Israel acabara de sair do Egito Deus havia livrado Israel com Mão forte e Poderosa, deixa me narrar alguns milagres e fatos interessantes que já haviam ocorrido.

  1. Israel já havia passado pelo meio do Mar.
  2. Israel havia estado  em Mara (águas amargas) e elas tornaram se doces (chegaram a Mara não puderem beber, Deus fez o milagre através de Moisés)
  3. Deus manda o Maná (Foi na partida de Elim para o Sinai)
  4. Deus envia Codornizes(Foi também  de Elim para o Sinai)
  5. Brota água da Rocha em Refidim ( Acamparam se em refidim não havia água)
  6. Deus da Vitória contra Amaleque( Amaleque pelejou contra Israel em Refidim)

Isso tudo ocorreu do capitulo 14 ao 17, não estou entrando no mérito dos dias entre os capítulos apenas estou dizendo que foi um período, relativamente curto. Estamos entre os capítulos 32 e 33 na minha concepção já era para o povo ter convicção plena que Deus era com eles. Porém no capítulo 32 algo ocorre, Moisés “tarda” a descer do monte, o  povo resolve  tomar uma decisão precipitada, simplesmente porque Moises demorava. Tomamos decisões precipitadas devido a dois fatores:

a)     Impaciência ou demora: Moises demorava a descer, mas ninguém precisava tomar decisão alguma, a situação estava controlada e todos tinham que esperar, parece “simples” não é? Somos impacientes queremos pra ontem, não servimos ao Senhor esperando nEle Sl 40. Não acreditamos que as promessas irão chegar, nós adiantamos e erramos. Tenha paciência  isso  é virtude.

b)    Incredulidade: O povo era tão incrédulo que após alguns dias sem ver Moisés já estava crendo que ele não viria mais, poderia Moisés ter morrido ou abandonado?. O hábito da Idolatria era tão forte no Egito que após alguns dias sem ver o seu líder e sem  ouvir o seu líder fora suficiente para o povo voltar a idolatria talvez, você pense que não venhamos a estar em idolatria mais nossas práticas distanciam a presença de Deus e é sobre isto que gostaria de refletir sobre,  Práticas que distanciam a presença de Deus ou que nos distanciam da presença de Deus .

Ponto 1

1)    A primeira Prática que distancia a Presença de Deus é: Ignorar os feitos de Deus agindo como se Ele não existisse.

Não venha dizer que Israel não sabia quem era Deus, eles sabiam tudo que Jeová  havia feito pelo povo, provavelmente não conheciam  Deus, mas sabiam quem era Deus. Deus já havia  mostrado como o Único e Verdadeiro Deus, Deus  havia  mostrado como Fiel e Soberano. Porque Israel cometeu o equivoco  de fazer um bezerro de ouro sabendo quem era Deus e o que Ele queria?? Sabe porque? a resposta está na última parte do capitulo 32.1c,  “porque os olhos de todo Israel estava sob Moises”, Deus ainda não dominava os corações dos Hebreus. O povo sabia quem era Deus mais o povo não conhecia Deus, é diferente, Saber de Conhecer.  Saber não produz intimidade, conhecimento gera intimidade. Não se esqueça do que Jesus já fez por você, não Ignore seus feitos, não ignore sua presença.  Se você somente sabe quem é Deus, aprenda a conhece-lo não nas experiências dos outros, mais na sua própria experiência. Não olhe para o seu líder buscando encontrar Deus somente na vida dele, um dia seu líder subirá o monte e se tua Fé estiver no líder ela esvaecerá, tenha Fé em Deus.

Ponto 2

2)    A segunda Prática que distancia a Presença de Deus é: Deixar de praticar o oficio  para que foi chamado.

Arão era irmão de Moisés, Arão fora recomendado por Deus por sua eloqüência no falar, Arão era o auxiliar direto de Moisés, foi chefe do povo junto com Moises, sustentou  o braço de Moisés na batalha contra os amalequitas, foi separado como sacerdote, sua vara floresceu no deserto, mais apesar deste curriculum invejável ele tem dois pontos negativos nesse curriculum. O oficio para que foi chamado era da mais alta patente, confiança e responsabilidade, tanto de Deus como Moises, duas falhas graves colocou em risco a integridade deste homem como expôs Israel ao pecado.

a)     Capitulo 32, Arãao faz um bezerro de ouro(Idolatria) deixou de praticar o oficio pra que foi chamado, quando eu deixo de praticar o oficio  eu me distancio da Presença de Deus, deixou de ouvir a Deus para ouvir o Povo.

b)    A segunda falha, Arão Murmurou contra Moisés, Arão e Miriam, ambos irmãos de Moisés murmuravam contra Moises e Miriam ficou leprosa.  Moises intercedeu por Miriam e Deus por misericórdia sarou Miriam (Lepra).

Arão não fora chamado para fazer Bezerro de Ouro Idolatria nem tampouco para falar mal, murmurar contra Moisés, não saia do seu oficio. O outro exemplo de deixar de praticar o oficio que distanciamos  da presença de Deus vem do caso de Eli e seus filhos, estamos falando de Hofni e Finéias. Era costume da época, mais propriamente da nação Israelita que alguém oferecendo sacrifício estando  cozendo a carne vinha o moço do sacerdote com um garfo de três pontas ou três dentes, metia no caldeirão levantava agradecia e comia. Mais antes da carne ir para a Panela os filhos do sacerdote pediam a carne para assa-la, pensa que eles queriam carne cozida, eles queriam carne assada, eles também praticavam atos ilícitos com as mulheres que serviam a porta da tenda da congregação, seu Pai aconselhava mas eles não davam ouvido.  A pergunta  de Eli clama em nossos dia, “Pecando o homem contra o próximo os juízes o julgarão, pecando, porém o homem contra o Senhor, quem intercederá por ele”? Deus levanta um Homem, a Palavra não diz o nome somente comenta  que Deus usa este homem para falar com Eli, que Deus “iria desarraigar a linhagem de Eli num só dia”. Israel trava  luta contra os Filisteus, e nesta batalha contra os filisteus, a arca foi capturada porque a presença de Deus não estava nela, foram mortos Hofni e Finéias e o exército de Israel fugiu diante dos Filisteus, quando Eli soube da notícia caiu e quebrou o pescoço quando a mulher de Finéias soube da morte de seu sogro e seu marido encurvou se pois estava em trabalho de parto,  deu a luz e quando estava quase morrendo, devido a complicações do trabalho de parto deram o nome do menino Icabode ( Foi se a glória de Israel) ou seja a presença a Glória acabou.

De coração  não sei qual é o seu oficio  na casa de Deus, mais sei que você não deve deixar de praticar seu oficio. Foi chamado para louvar louve, chamado pra evangelizar evangelize, ensinar, tocar, pregar, qual é o seu oficio? Quando não praticamos distanciamos da presença. Estando você  em seu oficio não faça bezerros de ouro, como Arão nem tampouco murmure contra seu líder como fez Arão e Miriam, a lepra o pecado poderão te afastar da congregação. Não brinque com Deus, Deus te deu um oficio não faça  como os filhos de Eli, não usufrua querendo apenas a carne assada a nao ignore o oficio, muitas vezes estamos no ministério com nosso oficio, e simplesmente queremos usufruir das benezes que o ministério nos pode trazer, mais o ministério tem carne cozida “alguns não gostam muito” também tem momentos que não são tão bons assim, quando o texto fala  dos relacionamentos ilícitos dos Filhos de Eli com outras mulheres fala de duas situações.

A primeira situação: não brinque com Deus, Deus está te contemplando… não pense que nós somos espertos o suficiente para enganar Deus ou que Ele não nos veja, a segunda situação  é a Infidelidade, não seja Infiel ao seu ministério, seja fiel a Deus, ao seu líder, seja fiel sempre, fale a verdade, Seja fiel a quem Deus colocou em sua vida, seja fiel a Deus.

Ponto 3

3)    A terceira prática que distancia  a presença de Deus é: Associar-se  com pessoas que não obedecem a Deus nem praticam a sua justiça.

O povo não todos, mas uma grande parte havia chegado em Arão e pedido que fosse feito um bezerro de ouro, a essa altura Deus já havia comunicado seu servo Moisés e ele descera ao arraial. Após Moises contemplar e ouvir seu irmão Arão, Ele “Moisés”, faz algo que poucos fariam com seu povo, pouco comum. Moisés faz uma pergunta. Quem é do Senhor venha até mim………Todos os filhos  de Levi juntaram se a ele. Moisés dá uma ordem que em nosso contexto parece ou seria loucura. (Cada um cinja a espada sobre o lado, passai e tornar a passar pelo arraial de porta em porta, e mate um a seu irmão cada um a seu amigo e cada um a seu vizinho).Moisés foi enfático o problema é que toleramos o mal, criamos o mal e quando precisamos podar o mal não queremos, já temos vínculos, corte o vínculo.  A pergunta de Moisés também  soa novamente em nossos ouvidos. Quem é do Senhor? Se você é do Senhor você entenderá então esta mensagem. Não quer perder a presença de Deus? Não se associe com pessoas que não são do clã de Jeová. Perceba que até dentro do clã existe pessoas que  nos levam pro caminho do mal, Moisés coloca três classes de pessoas que teriam que ser abatidas: Passe de porta em porta e mate seu irmão, seu amigo e seu vizinho.

a)     Seu irmão:  não fala aqui somente de sangue do mesmo sangue. Não se esqueça que a terceira prática que distancia a presença de Deus são as pessoas que não obedecem a Deus e não praticam  a sua justiça.

b)    Quando o texto retrata seu amigo: fala de pessoas próximas ou de amizades, como é difícil cortar uma amizade como é difícil matar esta amizade, como é difícil, como é difícil tomar uma posição frente a esta amizade, mais se ela te afasta de Deus é melhor perder a amizade, pois a amizade com mundo é inimizade com Deus, se esta amizade te afasta da presença de Deus se afaste, é melhor ter a presença de Deus.

c)     Quando o texto Fala em seu vizinho:  É alguém que esta bem pertinho  de nós, nem sempre conhecemos nossos vizinhos, mais nos sabemos que eles existem, pois eles estão ali suas casas estão ali. Eu não sei qual o vizinho que mora bem próximo de você e que não está fazendo bem pra sua Saúde Espiritual, não estou falando  do vizinho la próximo da sua casa, eu estou dizendo  de algo que esta em Ti. Não é seu, mais é seu vizinho, você pode cortar pra ter a presença ou ignorar  e ficar sem a presença, de repente é uma Atitude, um vício, de repente são pensamentos, ações que não agradam a Deus, corta este vizinho que deseja distanciar você de Deus. Em uma das batalhas do Império Romano, a situação estava tão difícil e as próximas lutas seriam tão difíceis que muitos soldados desertaram, e naquela época a punição era a morte, hoje creio o soldado fica preso e no máximo pega prisão no quartel pelo tempo até dar baixa, mais naquela época era diferente  o Imperador, estava no campo de batalha e seu general trouxe um rapaz, franzino muito jovem e o próprio General intercedeu por ele, pois este soldado tinha desertado, o general disse: olhe Imperador não castigue, veja ele ainda é jovem, olhe seu semblante de medo da batalha, e quando o Imperador se aproximou disse qual é o seu nome!!! Ele disse: Meu nome é Alexandre. O imperador (chamava-se Alexandre), depois o imperador  disse: ou você muda de Atitude ou você muda de Nome.

Resumindo para vivermos o Evangelho de Cristo precisamos cortar algumas situações que não agradam a Deus, precisamos de mudanças, transformações, precisamos de atitudes, quer carregar o nome de Evangélico,  vou tentar melhorar afinal evangélico é status hoje em dia, quer carregar a filiação de Jesus Cristo, deseja carregar a adoção para sua vida, muda de vida.  Muda de vida de atitude para ter a presença, para manter a presença, pois algumas práticas distanciam a presença de Deus ou troque o nome a filiação.

“O Pastor”.

Anúncios
Esse post foi publicado em Mensagens. Bookmark o link permanente.

5 respostas para Práticas que distanciam a presença de Deus Ex 32

  1. Renata disse:

    Gostei muito desse estudo…. Inclusive ontem à noite estava lendo um estudo que falava que a preocupação faz com que a nossa fé fique paralisada. La dizia assim: Quando nos preocupamos, assuminos responsabilidades que nunca nos foram delegadas. Jesus disse: “Não vos inquieteis”…. A inquietação não muda nada e serve apenas para desviar o nosso olhar de Deus e da sua fidelidade e justiça…
    Muito bom…. tenho aprendido com os seus estudos e artigos…

    Um abraço.

  2. adriana miranda disse:

    Este blog FILHOS DE JOAO BATISTA, tem sido instrumento tremendo nas maos do Senhor, q. o Espirito Santo de Deus continue a te inspirar e q. vc seja sempre Vaso de Honra usado por Deus, cada dia mais e mais pessoas possam ser tocadas por estas mensagens tao abençoadas.
    Parabens!!!!!!!!
    Adriana.

  3. Sergio Miranda disse:

    Dei uma passadinha aki vasooo, que manto é esse???maravilha… God bless uuuu

  4. geyla disse:

    “muito edificante para nossas vidas, gostei muito estava me deliciando achando tão gostoso que quando me deparei tinha chegado ao fim. que Deus possa sempre te usar, mais e mais para edificar nossas vidas. ameiiiiiii.paz.

Muito Obrigado pela visita "God Bless you".

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s