O Óbito da Fé.

O Óbito da Fé.

Parece uma incoerência o tema proposto. Mas tenho certeza que este tema, desperta a curiosidade para ler até o final. É necessário começar fazendo ressalvas haja visto que o estimado leitor é conhecedor da Bíblia e torna-se imprescindível pontuar situações. Em primeiro lugar é do conhecimento de todos que a Fé é um dom 1 Co 12.9, lógico que dons são concedidos por Deus, logo a Fé não é minha é de Deus, porém Ele nos concede, isso é pura graça, vejamos  o que diz Ef 2. 8-9 “Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isso não vem de vós; é dom de Deus. Não vem das obras, para que ninguém se glorie”.

Segundo, a Fé quem gera é Deus o texto de Efésios é muito claro a este respeito, tanto para salvação quanto para obter algo de Deus. Terceiro a Fé deve ser guardada como diz Paulo a Timóteo em 2Tm 4.7 “Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé”. Essa fé guardada foi a fé concedida por Deus e mantida por Paulo em meio as lutas, perseguições, ele foi leal e fiel a Deus, não negou a fé em Deus. Então entendendo que a Fé, é um dom de Deus, vem de Deus e devemos mantê-la logo o tema não que esteja errado, mas sabemos que a fé não morre porque a Fé é de Deus, mas a Fé do ser humano e no ser humano pode morrer. É o desacreditar, o parar de confiar, de crer cegamente naquilo que acredita-se.

Isso vejo com freqüência, infelizmente em nosso meio está cheio, quero  citar  três casos típicos que ocorre nas igrejas e por vezes leva a falência da Fé. Primeiro caso, esses dias uma Irmã procurou para fazer um culto em sua casa e quando fomos realizar ela estava transtornada com uma situação, pois seu esposo havia falecido há oito meses e na antiga igreja que ela pertencia saiu várias palavras que este seria curado, infelizmente não foi e tanto a Irma como seus filhos estavam desapontados com a Igreja e com Deus e Deus tem culpa? Segundo caso, fui procurado novamente por uma jovem e esta queixava-se a respeito das promessas que não chegavam, suas esperanças estavam sucumbindo juntamente com o tempo que se passava, porque as mensagens de sua igreja eram voltadas para uma esperança vindoura que não chegava e uma prosperidade que não acontecia, sua cabeça estava  cheia de interrogações, porque sempre o seu Pastor tinha uma desculpa teológica coerente para evitar o pior. E nisso (desculpas) somos bons, afinal a Bíblia é um arcabouço recheado de situações do dia a dia, se não houver coerência(ética-moral) dos líderes, sempre darão uma desculpinha. Terceiro caso, crentes que passaram por grande desilusão mas agora ministerial, desiludidos com o ministério querem virar as costas achando que a Igreja ou Deus tem culpa de algo, a fé começa ser sepultada no dia que o ministério era mais importante do que Deus, agiu assim sem pensar, era mais fiel ao ministério do que a Deus e quando o ministério presenteou com uma bela virada de costas ele viu sua fé naufragar.

Esse desencanto é natural mas mostra imaturidade na fé,, em todos os casos aqui abordado, o que denota é: superficialidade na fé, fé depositada nas palavras e não em Deus e fé em pessoas e não no Eterno. Surge algumas questões contundentes, se é Deus quem doa a Fé, se é Deus quem gera a Fé, porque o ser humano quer gerar Fé? Porque o ser humano quer ser fonte da Fé? Se você logo respondeu, porque o ser humano quer ser Deus ou um semi-deus, meus parabéns, infelizmente, estamos equivocados quanto a Fé. Quando Paulo fala para a Igreja de Éfeso em Ef 2.9 “Não vem das obras, para que ninguém se glorie”,o segredo esta justamente neste texto. O ser humano tem um problema grave, gloria-se rápido e fácil das coisas que faz, sem contar que tem facilidade enorme em pegar a glória que não é sua, é de Deus. O óbito acontece justamente porque o ser humano não usa a Fé que Deus outorgou, usa a Fé que ele pensa ter. Quando digo que ele pensa ter, falo de uma Fé que ele pensa ter gerado e não a Fé do Criador. Deus jamais mataria a Fé de alguém ou faria algo para  este perder sua Fé, pelo contrário,  através do dia a dia Ele nos concede mais Fé, quando sou confrontado com um problema Ele gera Fé para vencer a luta, quando sou atribulado por uma situação Deus acrescenta minha Fé para vencer o problema, quando sou tentado pelo inimigo Ele gera Fé através da palavra dizendo “Sujeitai-vos, pois, a Deus; resisti o diabo, e ele fugirá de vós” Tg 4.7, quando sou provado por Ele, a própria palavra  diz o que devo fazer: “ …lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós” 1Pe 5.7, que Deus abençoe a todos em nome de Jesus, creio que o próximo assunto será: Como ressuscitar a Fé.

“O Pastor”

Anúncios
Esse post foi publicado em Artigos. Bookmark o link permanente.

2 respostas para O Óbito da Fé.

  1. mensagem forte poderosa e nossa atualidade pura verdade

  2. Jeter Rodrigues disse:

    Ministração de Graça e Fé – a prática ministerial é vivenciada todos os dias. Quando jovens obreiros permitem a edificação e compartilham de mesma Graça, Deus é quem faz prosperar o seu caminho. Essa palavra compartilha da Palavra que é viva em cada aprendiz do Cristo de Deus, e n’Ele deposita sua Fé!

Muito Obrigado pela visita "God Bless you".

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s