Quem você pensa que é? 2 Reis 5. 1

Quem você pensa que é?

Certamente não é a pergunta mais simples, porém é necessária. Quem você pensa que é? A sociedade faz julgamento das pessoas, pelo que elas tem e não pelo que elas são. Quem você é? Quem você pensa que é? O que Deus pensa a seu respeito? O que a sociedade pensa? Na maioria delas, são perguntas sem respostas e importantes ao mesmo tempo. Esses dias por estar trajando uma roupa não tão apropriada, e posso dizer o que era (shorts e chinelo) recebi um julgamento  pela pessoa do que ao seu ver eu parecia “um badeco, ajudante” algo dessa natureza. Depois de um tempo no estabelecimento da pessoa meu amigo apresentou como co-pastor da igreja de nossa cidade então a pessoa ficou sem saber o que dizia, afinal ela já havia estabelecido o pré-conceito. Isso é terrível, mas é normal, infelizmente,  mas precisamos falar sobre Naamã, quem este homem pensava ser? Será que era importante ou suficiente? Aquilo que você é jamais poderá interferir naquilo que você deseja. A Bíblia diz que este homem era:

  1. Naamã, comandante do exército do rei da Síria. Este homem tinha milhares de soldado a sua disposição, qualquer ordem deste homem seria cumprida cabalmente, Naamã, comandava as tropas do Rei, mas este homem enfrentava um problema, os soldados não conseguiam ver, outros não conseguiam enxergar, mas ele tinha um problema aliás um grande problema.
  2. Naamã, era grande homem diante do seu senhor, isso significa que ele não era somente um comandante era uma pessoa diferenciada na Síria, era diferente diante do seu senhor, o seu senhor o respeitava muito.
  3. Naamã, era homem de muito conceito, porque por ele o Senhor dera vitória a Síria, este homem ganhou o respeito e tornou-se grande diante do seu senhor porque foi através dele que o Senhor livrou a Síria.
  4. Naamã, era herói de guerra, sabemos que heróis gozam de privilégios, este homem  encabeçava as lutas, marchava contra os adversários e derrotava.
  5. Naamã tinha um porém na vida, uma vírgula que definia como “leproso”.

Imagina comigo, comandante do exército, um grande homem, de elevado conceito, um herói de guerra, quando chegava em sua casa deparava com seu problema, quando começava tirar suas armaduras, com certeza precisava de ajuda porque dependendo do estado da lepra ele poderia perder membros do seu corpo, é difícil para alguém dessa estirpe reconhecer, precisar, pedir ajuda. Continue analisando comigo, do que adianta ser:

  1. Comandante do exército da Síria.
  2. Grande homem diante do seu senhor
  3. Homem de conceito
  4. Herói de Guerra
  5. E ser leproso???

Gostaria de falar sobre: O que Naamã precisava entender?

Naamã precisava entender que:

1)    Tudo que ele precisava saber era, que o milagre não viria por causa de suas patentes ou credenciais e sim porque  Deus é misericoridoso. Isso ocorreu quando uma garotinha que havia sido levada presa ou cativa disse que se Naamã estivesse em sua terra o homem de Deus restauraria de sua lepra. Dar ouvidos a garotinha? Ou permanecer leproso? Ouvir o improvável? Quem precisa de um milagre dá ouvidos. Não depende de quem somos depende do que Deus é. Somente quem precisa de milagres ouve, obedece, mesmo que pareça vil, Deus usa as coisas que não são para confundir as que são ou pensão ser.

2)    Naamã precisava entender que era Leproso.  Parece óbvio mas é necessário reconhecer. Hoje em dia há muitos que não conseguem reconhecer que são leprosos, simplesmente reconhecem que precisam de um milagre. Porém a lepra também tem outro significado, “pecado”, quem consegue reconhecer que é pecador? Em Israel seria impossível um leproso ocupar uma posição de destaque Lv 13.45-46, pois o leproso ficava fora da cidade ou arraial até ser limpo da lepra.

3)    Naamã precisava entender que o Milagre ocorreria, porém não na Síria e sim em Israel. Queremos o milagre mas não queremos sair do lugar, não queremos mudança, não estamos pronto para o novo, estamos acomodados, porém a atitude de Naamã foi diferente. O que milagre vem através da atitude nova, atitude de obediência, atitude diferente.

4)    Naamã precisava entender que o milagre não viria do jeito que ele imaginava e ele precisava deixar a soberba, e o orgulho de lado, quando ele aproxima-se da casa do Profeta Elizeu e este nem sai para cumprimenta-lo, recebe-lo ou dar as honrarias devida, Naamã fica indignado,  e mandou ele mergulhar sete vezes no Jordão, Naamã fica indignado, ele poderia pensar, mas eu trouxe ouro, trouxe tanta coisa e esse sujeito trata assim, desde este tempo as pessoas tentam colocar preço nas bênçãos de Deus, tentam comprar, manipular o sagrado como se isso pudesse ocorrer. Bençãos não são conquistada por mão de homens,,e, sim pelas mãos de Deus.

Conclusão

Deus é misericordioso, Ele (Naamã) precisava reconhecer que era leproso, Ele precisava sair do local que estava (efetuar um esforço), Ele precisava deixar a soberba e o orgulho de lado. Quantas pessoas deixam de ganhar por causa do orgulho da soberba?

“O Pastor”

Anúncios
Esse post foi publicado em Artigos. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Quem você pensa que é? 2 Reis 5. 1

  1. tirarei muito proveito deste texto

Muito Obrigado pela visita "God Bless you".

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s