Sabedoria

Sabedoria

Sabedoria

1.       O que é Sabedoria?

O temor do SENHOR é o princípio do conhecimento; os loucos desprezam a sabedoria e a instrução. Pv 1.7

O temor do SENHOR é o princípio da sabedoria; bom entendimento têm todos os que cumprem os seus mandamentos; o seu louvor permanece para sempre. Sl 111.10

Sabedoria é: Conhecimento, e o inicio do conhecimento é o temor a Deus.

2.       Qual a diferença entre Sabedoria e inteligência?

E disse ao homem: Eis que o temor do Senhor é a sabedoria, e apartar-se do mal é a inteligência. Jó 28:28

Temor do Senhor: Conduta,tem a ver com nosso procedimento na vida (sabedoria).    Apartar-se do mal: usar a faculdade  (entendo) e não quero aproximar-se do mal.

Sabedoria: 1 Qualidade de sabedor; erudição. 2 Grande soma de conhecimentos. 3 Conhecimentos filosóficos e científicos. 4 Totalidade dos conhecimentos adquiridos. 5 Aplicação inteligente dos conhecimentos. 6 Caráter do que é dito ou pensado sabiamente. 7 Conduta orientada de acordo com o conhecimento daquilo que é verdadeiro e justo. 8 Grande circunspeção e prudência; juízo, bom senso, razão, retidão. 9 Discernimento adquirido pelas experiências de uma longa vida: A sabedoria dos anciões. 10 Teol Conhecimento inspirado das coisas divinas e humanas. Antôn (acepção 1): ignorância. S. da carne, Teol: V sabedoria do mundo.

Tem a ver com: Conhecimento, aplicação desse conhecimento, com o caráter, com a conduta, com a responsabilidade, juízo, inspiração. Quem é sábio é inteligente. Aspecto geral.

Inteligência: 1 Faculdade de entender, pensar, raciocinar e interpretar; entendimento, intelecto. 2 Compreensão, conhecimento profundo. 3 Filos Princípio espiritual e abstrato considerado como a fonte de toda a intelectualidade. 4 Psicol Capacidade de resolver situações novas com rapidez e êxito (medido na execução de tarefas que envolvam apreensão de relações abstratas) e, bem assim, de aprender, para que essas situações possam ser bem resolvidas. 5 Pessoa de grande esfera intelectual.

Tem a ver com:  Faculdade de entendimento (pensar, raciocinar, interpretar). Inteligente para tarefas. Aspecto especifico.

3.       A Sabedoria pode ser encontrada? Sim.  Onde buscar a Sabedoria?

Bem-aventurado o homem que acha sabedoria, e o homem que adquire conhecimento
Provérbios 3:13.    Bem aventurado quer dizer: Duplamente Feliz.

 Porém onde se achará a sabedoria, e onde está o lugar da inteligência? O homem não conhece o seu valor, e nem ela se acha na terra dos viventes. Jó 28:12-13

Como ela pode ser encontrada?

a)      Na Palavra. Vedes aqui vos tenho ensinado estatutos e juízos, como me mandou o SENHOR meu Deus; para que assim façais no meio da terra a qual ides a herdar. Guardai-os pois, e cumpri-os, porque isso será a vossa sabedoria e o vosso entendimento perante os olhos dos povos, que ouvirão todos estes estatutos, e dirão: Este grande povo é nação sábia e entendida. Pois, que nação há tão grande, que tenha deuses tão chegados como o SENHOR nosso Deus, todas as vezes que o invocamos? E que nação há tão grande, que tenha estatutos e juízos tão justos como toda esta lei que hoje ponho perante vós? Tão-somente guarda-te a ti mesmo, e guarda bem a tua alma, que não te esqueças daquelas coisas que os teus olhos têm visto, e não se apartem do teu coração todos os dias da tua vida; e as farás saber a teus filhos, e aos filhos de teus filhos. Deuteronômio 4:5-9

b)      Em sacrifício: E Salomão amava ao SENHOR, andando nos estatutos de Davi seu pai; somente que nos altos sacrificava, e queimava incenso. E foi o rei a Gibeom para lá sacrificar, porque aquele era o alto maior; mil holocaustos sacrificou Salomão naquele altar. E em Gibeom apareceu o SENHOR a Salomão de noite em sonhos; e disse-lhe Deus: Pede o que queres que eu te dê. E disse Salomão: De grande beneficência usaste tu com teu servo Davi, meu pai, como também ele andou contigo em verdade, e em justiça, e em retidão de coração, perante a tua face; e guardaste-lhe esta grande beneficência, e lhe deste um filho que se assentasse no seu trono, como se vê neste dia. Agora, pois, ó SENHOR meu Deus, tu fizeste reinar a teu servo em lugar de Davi meu pai; e sou apenas um menino pequeno; não sei como sair, nem como entrar. E teu servo está no meio do teu povo que elegeste; povo grande, que nem se pode contar, nem numerar, pela sua multidão. A teu servo, pois, dá um coração entendido para julgar a teu povo, para que prudentemente discirna entre o bem e o mal; porque quem poderia julgar a este teu tão grande povo? E esta palavra pareceu boa aos olhos do Senhor, de que Salomão pedisse isso. E disse-lhe Deus: Porquanto pediste isso, e não pediste para ti muitos dias, nem pediste para ti riquezas, nem pediste a vida de teus inimigos; mas pediste para ti entendimento, para discernires o que é justo; Eis que fiz segundo as tuas palavras; eis que te dei um coração tão sábio e entendido, que antes de ti igual não houve, e depois de ti igual não se levantará. E também até o que não pediste te dei, assim riquezas como glória; de modo que não haverá um igual entre os reis, por todos os teus dias. E, se andares nos meus caminhos, guardando os meus estatutos, e os meus mandamentos, como andou Davi teu pai, também prolongarei os teus dias. E acordou Salomão, e eis que era sonho. E indo a Jerusalém, pôs-se perante a arca da aliança do SENHOR, e sacrificou holocausto, e preparou sacrifícios pacíficos, e fez um banquete a todos os seus servos. 1 Reis 3:3-15

c)      Em oração: Volve-te, pois, para a oração de teu servo, e para a sua súplica, ó SENHOR meu Deus, para ouvires o clamor e a oração que o teu servo hoje faz diante de ti. Para que os teus olhos noite e dia estejam abertos sobre esta casa, sobre este lugar, do qual disseste: O meu nome estará ali; para ouvires a oração que o teu servo fizer neste lugar. Ouve, pois, a súplica do teu servo, e do teu povo Israel, quando orarem neste lugar; também ouve tu no lugar da tua habitação nos céus; ouve também, e perdoa. Quando alguém pecar contra o seu próximo, e puserem sobre ele juramento de maldição, fazendo-o jurar, e vier juramento de maldição diante do teu altar nesta casa,
Ouve tu, então, nos céus e age e julga a teus servos, condenando ao injusto, fazendo recair o seu proceder sobre a sua cabeça, e justificando ao justo, rendendo-lhe segundo a sua justiça. Quando o teu povo Israel for ferido diante do inimigo, por ter pecado contra ti, e se converterem a ti, e confessarem o teu nome, e orarem e suplicarem a ti nesta casa, Ouve tu então nos céus, e perdoa o pecado do teu povo Israel, e torna-o a levar à terra que tens dado a seus pais. Quando os céus se fechar, e não houver chuva, por terem pecado contra ti, e orarem neste lugar, e confessarem o teu nome, e se converterem dos seus pecados, havendo-os tu afligido, Ouve tu então nos céus, e perdoa o pecado de teus servos e do teu povo Israel, ensinando-lhes o bom caminho em que andem, e dá chuva na tua terra que deste ao teu povo em herança. Quando houver fome na terra, quando houver peste, quando houver queima de searas, ferrugem, gafanhotos ou pulgão, quando o seu inimigo o cercar na terra das suas portas, ou houver alguma praga ou doença, Toda a oração, toda a súplica, que qualquer homem de todo o teu povo Israel fizer, conhecendo cada um a chaga do seu coração, e estendendo as suas mãos para esta casa, Ouve tu então nos céus, assento da tua habitação, e perdoa, e age, e dá a cada um conforme a todos os seus caminhos, e segundo vires o seu coração, porque só tu conheces o coração de todos os filhos dos homens. Para que te temam todos os dias que viverem na terra que deste a nossos pais. E também ouve ao estrangeiro, que não for do teu povo Israel, quando vier de terras remotas, por amor do teu nome (Porque ouvirão do teu grande nome, e da tua forte mão, e do teu braço estendido), e vier orar voltado para esta casa, Ouve tu nos céus, assento da tua habitação, e faze conforme a tudo o que o estrangeiro a ti clamar, a fim de que todos os povos da terra conheçam o teu nome, para te temerem como o teu povo Israel, e para saberem que o teu nome é invocado sobre esta casa que tenho edificado. Quando o teu povo sair à guerra contra o seu inimigo, pelo caminho por que os enviares, e orarem ao SENHOR, para o lado desta cidade, que tu elegeste, e desta casa, que edifiquei ao teu nome, Ouve, então, nos céus a sua oração e a sua súplica, e faze-lhes justiça. Quando pecarem contra ti (pois não há homem que não peque), e tu te indignares contra eles, e os entregares às mãos do inimigo, de modo que os levem em cativeiro para a terra inimiga, quer longe ou perto esteja, E na terra aonde forem levados em cativeiro caírem em si, e se converterem, e na terra do seu cativeiro te suplicarem, dizendo: Pecamos, e perversamente procedemos, e cometemos iniqüidade, E se converterem a ti com todo o seu coração e com toda a sua alma, na terra de seus inimigos que os levarem em cativeiro, e orarem a ti para o lado da sua terra que deste a seus pais, para esta cidade que elegeste, e para esta casa que edifiquei ao teu nome; Ouve então nos céus, assento da tua habitação, a sua oração e a sua súplica, e faze-lhes justiça. E perdoa ao teu povo que houver pecado contra ti, todas as transgressões que houverem cometido contra ti; e dá-lhes misericórdia perante aqueles que os têm cativos, para que deles tenham compaixão. Porque são o teu povo e a tua herança que tiraste da terra do Egito, do meio do forno de ferro. Para que teus olhos estejam abertos à súplica do teu servo e à súplica do teu povo Israel, a fim de os ouvires em tudo quando clamarem a ti. Pois tu para tua herança os elegeste de todos os povos da terra, como tens falado pelo ministério de Moisés, teu servo, quando tiraste a nossos pais do Egito, Senhor DEUS. Sucedeu, pois, que, acabando Salomão de fazer ao SENHOR esta oração e esta súplica, estando de joelhos e com as mãos estendidas para os céus, se levantou de diante do altar do SENHOR. 1 Reis 8:28-54.

4.       Como adquirir e crescer em Sabedoria? (Biblia)

Adquire sabedoria, adquire inteligência, e não te esqueças nem te apartes das palavras da minha boca. Não a abandones e ela te guardará; ama-a, e ela te protegerá. A sabedoria é a coisa principal; adquire pois a sabedoria, emprega tudo o que possuis na aquisição de entendimento. Exalta-a, e ela te exaltará; e, abraçando-a tu, ela te honrará. Dará à tua cabeça um diadema de graça e uma coroa de glória te entregará. Ouve, filho meu, e aceita as minhas palavras, e se multiplicarão os anos da tua vida. No caminho da sabedoria te ensinei, e por veredas de retidão te fiz andar. Por elas andando, não se embaraçarão os teus passos; e se correres não tropeçarás. Apega-te à instrução e não a largues; guarda-a, porque ela é a tua vida Provérbios 4:5-13 (Como crescer)

a)      Não se esquecendo da sabedoria.

b)      Não te apartes da sabedoria.

c)      Não abandones a sabedoria.

d)     Empregando tudo que possuis na aquisição da sabedoria.

e)      Ouvindo as palavras de Sabedoria.

f)       Não largues a sabedoria e guarda.

 5.       Qual o Valor da Sabedoria?

Porque é melhor a sua mercadoria do que artigos de prata, e maior o seu lucro que o ouro mais fino. Mais preciosa é do que os rubis, e tudo o que mais possas desejar não se pode comparar a ela. Vida longa de dias está na sua mão direita; e na esquerda, riquezas e honra. Os seus caminhos são caminhos de delícias, e todas as suas veredas de paz. É árvore de vida para os que dela tomam, e são bem-aventurados todos os que a retêm. O SENHOR, com sabedoria fundou a terra; com entendimento preparou os céus. Pelo seu conhecimento se fenderam os abismos, e as nuvens destilam o orvalho. Filho meu, não se apartem estas coisas dos teus olhos: guarda a verdadeira sabedoria e o bom siso; Porque serão vida para a tua alma, e adorno ao teu pescoço. Então andarás confiante pelo teu caminho, e o teu pé não tropeçará. Pv 3:14-23

a)      Melhor mercadoria  (não se pode comparar)

b)      Artigos de prata.

c)       Maior lucro do que ouro.

d)      Mais preciosa que os rubis.

e)      Algo vale mais do que a vida ( e longa)?

f)       Riquezas e Honra.

 6.       De onde vem a verdadeira Sabedoria? Como ela deve ser?

Mas a sabedoria que do alto vem é, primeiramente pura, depois pacífica, moderada, tratável, cheia de misericórdia e de bons frutos, sem parcialidade, e sem hipocrisia.
Tiago 3:17

a)      Primeiro a sabedoria vem do Alto.

b)      Depois ela é carregada de características.

c)       Primeira característica, Pura.

d)      Segunda característica, Pacífica.

e)      Terceira característica, Moderada.

f)       Quarta característica, Tratável.

g)      Quinta característica, Cheia de Misericórdia.

h)      Sexta característica, Bons Frutos.

i)        Setima característica, Sem Parcialidade.

j)        Oitava característica, Sem Hipocrisia.

“O Pastor”.

Publicado em Artigos | 2 Comentários

Cristãos Autênticos.

Os Gritos não me incomodam, mas temo o silêncio, se o grito não é sinônimo de avivamento tampouco o silêncio será. Não é dose de ironia nem querendo colocar tempero  naquilo que é estritamente espiritual, mas sabemos que é necessário um certo equilíbrio. O que vemos é um tempo de esfriamento geral. Pessoas inconformadas com Igreja, emprego, família, com praticamente tudo que existe. Porque estão inconformados? Porque do inconformismo? Seria este produtivo ou não? Paira  em especial na Igreja,  um dissabor, crentes inconformados com seus pastores, com o modus vivendis de tudo e de todos.

Creio que até nisso o inimigo tem conseguido tirar o foco dos cristãos, não percebemos mas sorrateiramente ele influencia esta geração apática. O Foco não é cruz, o foco não é Jesus, o foco não é céu. É produzir um aqui agora, é ser bem sucedido, afinal isso tudo é moda, é normal, esquecemos do verdadeiro evangelho, e pregamos os prazeres do reino sem ter entrado nele. O conformismo de conseguir bens materiais nos bloqueiam da melhor parte, entrar no Reino, preferimos ser bem sucedidos do que ter uma vida abundante com Cristo, afinal a mensagem do Evangelho não é convidativa, palavras como: morra, venda tudo que você tenha (jovem rico), não gera ibope e precisamos manter nossas igrejas cheias, e a palavra chave é prosperidade, mas esquecemos que isto tem gerado insatisfação, inconformismo.

Mas o que fazer para gerar cristãos autênticos, inconformados sim, mas certos quanto ao foco?

  1. Pregar uma mensagem autêntica contra o pecado. Estamos errados quanto a mensagem, pregamos contra tudo e todos, falamos de tudo só esquecemos de falar do pecado em suma, erramos, ensinamos o que não devíamos. Nossos cultos estão recheados de hinos que massageiam nosso ego e mensagens de auto-ajuda. Acabou o confronto com a realidade chamada pecado? Enquanto  estivermos longe desta mensagem o verdadeiro avivamento não chegará, o que chancela um cristão verdadeiro é o nojo do pecado. Cristãos conversos das últimas décadas vieram a Cristo  de maneira errada, não estão na Igreja porque sentiram suas mazelas seus erros e pecados, simplesmente um convite para melhorar de situação ocorreu, a maioria estavam quebrados financeiramente outros aproximaram devido aos problemas da vida (saúde ou no meio familiar)não estou falando que isto seja  certo ou errado, simplesmente não entendem nada como pecado, não houve renúncia ou abandono pelo mesmo, não choraram pelo erro, não sentiram angústia na alma, o inferno nunca foi real para eles, o que motivou render se a Cristo, foi uma mentira da teologia da prosperidade, um engano, foram ludibriados e camuflaram seus pecados, carregam consigo a culpa, afinal somos aceito no meio  da Igreja e quando o milagre da restauração digo (dinheiro, saúde e família) ocorrem, neste momento entendemos que Deus está conosco! Quem te garante? Quem enganou você com este discurso?Quem mentiu dizendo que Deus é contigo simplesmente pelo fato que ocorreu uma pseudo-restauração? Precisamos voltar ao evangelho simples, autêntico, que transformará a vida das pessoas sem promessas mentirosas  ou barganhas para fazer de você servo do dinheiro. Enquanto não houver confronto não haverá mudança, enquanto não houver confronto não haverá transformação.
  2. Discipular novos cristãos embasado na palavra de Deus. Um dos problemas da nossa Geração é não discipular, conseguimos conquistar pessoas e atrair multidões facilmente,  parimos o bebê, mas somos  péssimos para cuidar deste recém nascido e o óbito  cresce a cada dia. Os números são alarmantes, são denominados os (sem igreja), nascem no meio eclesiástico, mas o próprio meio consegue matá-lo.  A maioria das vezes a decepção é tamanha que nem as propostas mentirosas atraem, pelo fato da decepção ser maior que a proposta enganosa. Discipuladores sem escrúpulo, maquinadores do  mal, detratores da verdade, deformam, fazem trato, vendem novas indulgências, cobram bênçãos, se beneficiam da fé alheia, deturpam a palavra, fazem manobras  para tirar proveito, é o egoísmo imperante; parece que boa parte da classe esta naufragada neste barco sucumbido pelos furos da mentira. É necessário uma restauração completa, comprometimento com a palavra e com o discípulo em formação. Enquanto o discípulo representar números, frações e não ser o que de fato é (alma), nosso evangelho estará torto. Discipular é ensinar, mostrar o caminho, caminhar lado a lado, não é conseguir vantagem sobre alguém que precisa conhecer o caminho. Estamos longe do discipulado ideal, pois o sistema é falho e fraco.
  3. Dar Testemunho de Vida:. Não é fácil dar testemunho. O testemunho, primeiro é publico, depois pessoal e baseado na palavra através do conhecimento. Conhecido também como Fruto do Espírito,  este testemunho torna-se muito importante,   dentro de nossa sociedade. Há um misto de  inconformismo com desejo de fazer a diferença, mas nossa Geração não sabe por onde começar. Será que iremos começar quando a Glória for roubada de Israel? (Icabode). Quanto tempo esperaremos? Primeira mudança deve ser em nossa mensagem, depois, se não houver discipulado como dará testemunho? A pessoa não aprendeu. Educação cristã é prioridade. Mas é difícil dar testemunho sem transformação, como realizaremos?

a)    Deus

b)    Deus

c)    Deus.

Está em Deus, a vitória está em Deus, a mudança que buscamos provém dEle, a palavra contra o pecado, o discipulado eficaz, tudo nEle. Jamais retire Deus do centro, enquanto em nossa sociedade Deus for apenas histórico, um dos profetas, um homem bom que passou na terra ou quem sabe só um amuleto, Ele será irrelevante, mas a partir do momento que Ele passar a ter sentido ou receber um significado verdadeiro, mudanças ocorrerão, quando Jesus tomar o senhorio em nossas vidas, no momento que reconhecermos Ele como Salvador de nossas vidas, tudo voltará a ter sentido, o inconformismo desaparecerá, começaremos a ter desejo de aprendizado (discipulado), mas algo verdadeiro que provém dEle, somente assim testemunharemos com palavras e com nosso exemplo de vida, Deus abençoe a todos em nome de Jesus.

“O Pastor”.

Publicado em Artigos | 1 Comentário

Chamado Profético (Miquéias)

"Chamado Profético".O tema é interessante, e polêmico, alguns dizem que o chamado profético ou profetismo do antigo testamento acabou, assim como outros dizem que não; fato, a discussão é candente, fala-se muito sobre o “chamado profético”, é necessário mostrar a diferença entre o dom  e o ministério, vivemos um momento conturbado, não todos mas há uma falta de discernimento no meio eclesiástico, paira uma confusão, alguns equivocam quanto ao chamado, ao dom, ao ministério.  Não podemos confundir, dom de profecia (revelação, visão) com ministério profético. Segundo o Apóstolo Paulo, são cinco os ministérios Ef 4.11 “E ele mesmo deu uns para apóstolos, e outros para profetas, e outros para evangelistas, e outros para pastores e doutores”. O Apóstolo Paulo continua  na carta aos irmãos de Corinto, 1Co 12.4,5 “Ora, há diversidade de dons, mas o Espírito é o mesmo. E há diversidade de ministérios, mas o Senhor é o mesmo”.

Creio que faz-se necessário a restauração dos ministérios, alguns deles foram perdidos, hoje vemos dois ou três ministérios ativos (evangelistas, pastores e mestres), os demais (Apóstolos e profetas), são passivos em nosso meio. Alguns estão levantando-se como Apóstolos e Profetas, porém, não fazem de maneira responsável e nem são tais, é necessário ser reconhecido por Deus e pelos homens, vou contra a hinologia que diz que “eu não preciso ser reconhecido por ninguém”, em quase tudo na vida, precisamos de reconhecimento, escrevi reconhecimento e não bajulação.

Entendo que profeta é aquele chamado por Deus para enxergar além do tempo, Miquéias era este homem; ele enxergava além do seu tempo, chamado de uma cidadezinha do interior, não tinha a missão honrosa de profetizar no palácio, mas não estava preocupado com isso, seu nome (Miquéias ou Michayahu), significa: Quem é como Yahweh?Fazia alusão justamente da situação que ele vivia, “Quem é como Yahweh? Outros deuses? Evidente que não, simplesmente Yahweh é Deus. Miquéias é o sexto livro na ordem cronológica dos onze profetas menores, ele profetiza para Israel (Samaria) e Judá (Jerusalém), reino do norte e reino do sul, não passariam  despercebido, sua palavra profética, acertaria em cheio o âmago da nação corrompida. Como desenrola o Chamado Profético? Precisamos entender algumas situações:

  1. O Chamado Profético vem de Deus, mas a nossa percepção e visão de mundo ajudará na exposição e repasse da palavra profética enviada por Deus: Cidade natal de Miquéias ficava cerca de 40 km a sudoeste de Jerusalém, na fronteira de Judá com a Filístia, perto de Gate. Tal como Amós, Miquéias era do interior. Sua Família e sua ocupação desconhecidas, mas Moresete estava dentro de uma área agrícola. Mas este profeta estava bem informado sobre a situação do povo, não estava tão bem informado como Isaias e Daniel, mas mostrou profunda preocupação com os sofrimentos do povo. Mq 3.8. Miquéias tinha visão do mundo e sabia perfeitamente do que estava acontecendo com os dois reinados. O norte estava corrompido o sul aparentemente estava em bonança, porém Deus levaria, Israel para o cativeiro Assírio e Judá para o cativeiro Babilônico, anos mais tarde. (Profetizar é contemplar situações de crise mesmo na bonança). Não desejo apenas ver crise, mas é ver na crise bonança. Detalhe, Profetizar o que Deus manda isso é compromisso, independente da situação, quem tem medo de falar Deus jamais confiará grandes projetos em suas mãos.
  2. O Chamado Profético é antes de qualquer coisa, algo que expõe  e denúncia: Miquéias denúncia o pecado ( idolatria, imoralidade) através de sua palavra profética, há em Jerusalém uma reforma religiosa nos tempos de Ezequias, poucos iriam profetizar ruína, mesmo porque a situação estava aparentemente boa. O Império Assírio  atingiu o seu ponto máximo, sendo uma constante ameaça para Judá. A Babilônia ainda estava sob o domínio assírio, e a predição de Miquéias quanto a um futuro cativeiro babilônico para Judá (Mq 4.10)parecia pouco provável, mas o profeta enxerga essa realidade. Profetas do Senhor Jesus, é necessário anunciar as boas novas mas é necessário apontar os erros, dizer a verdade, esbravejar contra o pecado, manifestar sua posição, clamar por concerto, repreender para haver restauração.
  3. O Chamado Profético é para um determinado local: Deus quando nos chama, Ele prepara um local para profetizarmos, uma cidade, um estado, um país, uma região.Exemplos: Jerusalém e Samaria (Cidades, capitais). Israel é o País do Norte, e Judá é o País do Sul. Exemplo de Região: Judéia (Belém da Judéia, Hebrom e outras). Norte o exemplo Região de Decápolis (dez cidades juntas, Gadara, Gerasa etc, Galiléia é região: Cafarnaum, Caná, Nazaré. Significado de:

Samaria: (Torre de Vigia) Protegida por Deus (Prostituição e Idolatria, Impureza na Torre de Vigia, no Lugar da Proteção). V.6 e 7 (Norte)

Jerusalém: Cidade de Paz ou Habitação de Paz (v.9 esta com ferida a cidade de paz). V.9 (Sul)

Judá: Louvor

Gate: Lagar (cidade de Anúncios) Lugar que pisa, Uvas.v.10 (sem anuncio e nem choro). (Oeste)

Bete-Leafra: (cidade do Pó) v.10 Casa pertencente a “Afra”, Casa para

Safir: Bela (Formosa), Pedra Preciosa azul v.11

Zaanã: Lugar de Manadas. V.11

Bete-Ezel: Casa de firmeza,lugar perto, casa ao lado ou casa da proximidade, verbo no hebraico (Retirar) V.11

Marote: Amargura, fontes amargosas. V.12

Laquis: Tenaz (Cidade do Cavalo) v.13 dificil de tomar ou invencível (pecado)

Moresete-Gate: Possessão de Gate (Lagar). V.14

Aczibe: Enganoso (Fonte de Decepção ou Fraude). V.14

Maressa:  Na Frente, principal, líder, aquela que vai a frente  v.15

Adulão: recinto Fechado v.15.

Não quero enxergar algo onde não existe, mas o lugar que você profetiza, tem significado, é impossível, pois o texto ficaria longo demais, mas postei apenas o capítulo 1, Miquéias cita estes lugares e seus significados são carregados de revelações proféticas. O lugar que você está é profético e seu significado trás consigo revelações sobre o que acontece normalmente neste ambiente. Como é profundo o que Deus passa para Miquéias, Samaria (Torre de Vigia) Protegida por Deus, segundo o próprio texto de Miquéias estava em prostituição, idolatria, havia impureza na torre, no local que era responsável por vigiar, enxergar o inimigo para tocar a buzina, o local estava impuro, estavam cegos, não conseguiam enxergar por causa das constantes impurezas por isso Deus faria um montão de pedras, agora entendo a revelação, a torre de vigia que fica no meio do muro, por não vigiar, por estar em prostituição, idolatria, Deus iria punir. O mesmo ocorre no versículo 9 do primeiro capítulo, Miquéias diz que: “ Porque a sua chaga é incurável, porque chegou até Judá, estendeu-se até à porta do meu povo, até Jerusalém”. A chaga ou enfermidade (problema) é incurável e chegou até Judá (Louvor), e chegou até a porta de Jerusalém ou(Cidade de Paz) ou Habitação de Paz, no local que não deveria chegar a chaga, chegou (Louvor), machucaduras que foram estendidas até habitação de paz.

4. O Chamado Profético é para uma determinada classe de pessoas: Certamente, o Profeta sempre profetizará para o Povo de maneira Geral, mas não podemos esquecer que este povo(compõe a cidade ) a cidade não existe sem  o povo, que estão divididos em classes, são elas: (alta, média e baixa). Esse povo ocupava funções diferentes, na cidade, alguns eram Sacerdotes Verdadeiros e Falsos, outros Profetas Verdadeiros e Falsos e por fim  outros  eram Príncipes (Reis ou Políticos). O Chamado Profético sempre será definido por Deus, desta maneira você saberá para qual classe você profetizará. Tenho certa restrição, alguns que julgam profetas, não tem nada definido, precisamos tomar cuidado com a voz profética que ouvimos

5. O Chamado Profético existirá sempre uma Palavra Profética: Poderá ser, Benção, Juízo (Justiça), Amor ou Maldição. Este último ponto ficará para nossa reflexão, o chamado profético de Miquéias, era em relação ao cativeiro Assírio e Babilônico, profetizou o nascimento do Messias em Belém de Judá. Qual o Chamado Profético da nossa Geração? Qual o seu chamado Profético? Qual o lugar do seu chamado? Qual a classe que você foi separado para profetizar? Qual a mensagem profética que Deus tem colocado em seu coração? Entregue tudo aquilo que Deus tem dado com responsabilidade, que Deus abençoe a todos em Cristo Jesus.

“O Pastor”.

Publicado em Artigos | Deixe um comentário

Como influenciar uma Geração?

Como influenciar uma Geração?

Quem nunca ouviu ou leu a respeito desta frase, “Como influenciar uma Geração?”, temas de congressos, seminários, eventos de maneira geral, conclamando Jovens para influenciar, nossas escolas, cidades, estados e nosso País. Mas sabemos que a situação é um pouco diferente, influenciar não é tão simples assim, existe um processo por trás disso tudo, que na maioria das vezes ignoramos e por ignorar não conseguimos influenciar. Não seja ignorante, pois a ignorância não exerce influência, e quem influência jamais será um ignorante. Influenciar é uma arte que consiste em obediência, direção, sabedoria e centro da vontade de Deus. Como sempre digo, não é uma fórmula mágica, isso adicionado aquilo equivalerá a tal resultado, influenciar, é uma arte, um dom, um chamado, é privilégio de poucos, muitos existem poucos influenciam. Muitos personagens bíblicos nos inspiram, mas é José o meu tutor, Deus através deste homem fez coisas incríveis.

Como é possível influenciar passando pelo processo de José? Muitos desistem porque não agüentam o processo, outros desanimam nas etapas que veremos, se você é um chamado (escolhido) para influenciar, por favor não desanimes, por mais que a situação seja das piores, quero confrontá-lo que mesmo no vale que você vive, Deus não abriu mão de você. Quando olhamos para Gênesis dos capítulos 37,39,40,41 até 45, vemos a saga de José, sua vida marcada pelo agir de Deus.

Como influenciar uma  Geração?

  1. Seja o destaque, da casa, escola, cidade, região ou País que você reside. A Bíblia diz no cap 37 que o Pai de José (Jacó) amava a José mais do que a todos os seus filhos, porque era filho da sua velhice, e fez uma túnica de várias cores. Quem fez a túnica foi o Pai, quem deu a túnica foi o Pai, quem colocou  esta túnica em José foi o Pai,  quem destacou José foi seu Pai. A Geração que influênciará é justamente aquela que receberá o destaque do Pai, quem te levantou foi Deus, quem destacou foi Deus, quem colocou a Túnica foi o próprio Deus, mas os irmãos de José segundo o texto, já não podiam falar com ele pacificamente. Dois motivos, primeiro a túnica, segundo seus sonhos. O que incomoda seus irmãos, e não era para incomodar é seu destaque e seus sonhos, infelizmente não era para ser assim, mas seus irmãos já não sonham mais, não são destaques e muito menos recebem algo de Deus, a bíblia ainda diz, que seus irmãos conspiraram contra José, para o matarem. Não importa, irão tentar contra a sua vida, mas Deus não permitirá que matem você, o projeto de Deus é contigo, foi Deus quem te destacou, foi Deus que projetou e te fez sonhar, seus sonhos são de Deus e não do homem, passe pelo processo.
  2. Seja vendido, mas não venda seus irmãos. O Pai de José envia até seus irmãos, e seus irmãos enxergam a possibilidade de acabar com José. Quando José aproxima, foi cogitado até a morte, mas o plano de Deus não iria permitir que ele passasse por isso, seus adversários ou irmãos poderão até falar em morte, mas Deus dará o livramento. Um dos irmãos, deu a idéia de não matá-lo mas jogá-lo numa cisterna e isso ocorreu, mas antes, tiraram justamente sua túnica, era o que incomodava era  justamente o que destacava, as pessoas querem o seu destaque, mas não entendem que o destaque é seu, a túnica só serve para você, foi feito sob medida, não adianta querer tirar a túnica, mesmo tirando o destaque não poderão tirar os teus sonhos. José foi vendido como escravo para caravana dos Ismaelitas, parentes próximo de José, é melhor ser vendido do que integrar o grupo que vende para repartir, é melhor ser vendido do que fazer parte daqueles que matam uma ovelha para manchar a túnica com sangue, é melhor ser vendido do que pregar uma mentira no meu Pai.
  3. Rejeite as propostas da Esposa de Potifar. Quando José chegou ao Egito, ele foi vendido para casa de Potifar, levaria a dura vida de escravo, porém a bíblia diz que Deus era com José e logo achou graça aos olhos do seu patrão e tudo que Potifar colocava nos cuidados de José prosperava. Serviu José na casa de Potifar, até sua esposa colocar seus olhos sobre José. Creio piamente que a vida de José foi marcada por testes, creio também que qualquer vacilo poderia desqualificá-lo, mas, José era consciente. Para influenciar é necessário rejeitar, é preciso aprender a dizer não, José tinha resposta a altura, quando indagado pela esposa de potifar, José não hesitou e disse: …tudo que  há na casa, entregou em minhas mãos, nenhuma coisa vedou, senão a ti, como, pois, faria eu este tamanho mal e pecaria contra Deus? José tinha consciência que estaria pecando contra o próximo, contra o corpo e principalmente contra Deus. Aprenda a rejeitar as propostas para influenciar.
  4. Independente do local, (Egito, casa de potifar, prisão), José serviu: Independente do local que você possa  estar, venha servir, José serviu em todos os ambientes possíveis, a circunstância era adversa, algumas situações Deus permitiu José passar, mas ele jamais deixou de servir. Queremos  influenciar, mas não queremos servir, temos o desejo de influenciar, mas queremos vender nossos irmãos  para obter tal influência.Qual o cargo, a função ou o ministério que Deus colocou? Você pode servir a Deus glorificando neste lugar que Deus tem colocado você? Será que você consegue servi-lo na posição atual que ocupa? Lembre-se independente do local, venha servi-lo, sua influência começa no processo da preparação.
  5. É preciso deixar Deus encarregar-se de tudo. Um dos grandes problemas do ser humano chama-se (ansiosidade). Ela é responsável por muitos erros, equívocos, não deixamos Deus agir, queremos efetuar do nosso jeito, o mais rápido possível. Tenho costume de brincar em meus comentários, dizendo que somos a geração microondas ou drive thru, não temos paciência para nada. Sofremos com isso, aumenta nossas doenças, nosso stress, o corpo sofre e o resto padece. Deixe Deus encarregar-se de tudo, independente da dor, sofrimento, Deus estava no controle da vida de José e está na sua. Somos conhecedores da história, José tomava conta da casa do cárcere, o sonhador preso, mas Deus encarregou de dar sonhos a outros dois personagens que ajudariam José. Deus é especialista em fazer com que tudo siga e prossiga de maneira perfeita, tão somente descanse.
  6. Não perca oportunidade, através da influência e amizade você entrará na presença do Rei. José ainda passou dois anos no cárcere, “esquecido”, não completamente, porque Deus não esquece de nós, um dia o Rei sonhou e ninguém interpretou, José foi convidado para estar e entrar na presença do Rei. É necessário observamos algumas situações:

a)    José estava preparado.

b)    José sabia, tinha convicção que Deus daria a interpretação.

c)    José não perdeu a oportunidade.

d)    José não mostrou apenas o problema, mas apontou a solução.

Um dos problemas é justamente este, nós apenas apontamos os erros e esquecemos de trazer as soluções, influenciar é trazer soluções onde não há. Ser influente é apontar caminhos, mostrar possibilidades é ter atitude, que a cada dia possamos entender que para influenciarmos, temos etapas a cumprir, Deus está conosco independente da situação, precisamos entender do começo ao fim, e sobre o nosso destaque nossa túnica, precisamos ter cuidado porque a mesma túnica que nos destaca e causa inveja nos outros, poderá causar soberba, orgulho em nossos corações e Deus sabe o processo para nos moldar, mas independente do moldar de Deus entenda o processo, apaixone-se cada manhã pela tua chamada, pelos teus sonhos, ame cada minuto o trabalhar e agir de Deus e simplesmente acredite, confie, tenha fé em Deus porque no tempo dEle, suas promessas chegarão, mais a influência começa no lar entre teus irmãos, amanhã atingirá o palácio de Faraó, basta você ter Fé.

“O Pastor”.

 

Publicado em Artigos | 2 Comentários

Erros de Sansão Juízes 14 e 16.20,21

Erros de SansãoA reflexão está baseada na vida de Sansão, mais por favor não associem somente os erros, apesar do tema estar falando “Erros de Sansão”, meu intuito não é deixar registrado somente os erros ou apontar os erros, sem assumir nossa culpa, sem assumir nossos erros. Quem não erra? Quem poderá bater no peito e dizer sou bom suficiente? Realmente não há ninguém perfeito o bastante para dizer tal coisa. O meu desejo é aprender com estes erros para que não venhamos cometê-lo, ficou registrado na Bíblia para lermos e retirar as lições práticas (dia a dia) e espirituais para nós.

Quando olhamos para a vida de Sansão logo de inicio vemos uma certa precipitação, é lógico, que a precipitação na maioria das vezes acarretará num erro, não é regra mas é tendência e ocorre sempre em quem não busca a direção de Deus. Sansão tinha um desejo e não há problema em desejar, Sansão afeiçoou de uma pessoa, não há problemas em querer alguém, não há problemas em gostar de alguém, desde que esse alguém seja a pessoa certa. Sei também que pessoas certas não carregam estrelas na testa, o problema disso tudo foi justamente a escolha errada.

Então se pessoas certas não carregam estrelas na testa, a decisão nunca será fácil de tomar pois sempre será intransferível e pessoal como reconhecer que um relacionamento seria o correto? Aprendendo com os erros de sansão que deixou o caminho bem demarcado. É através dele que nós erraremos  menos, não pense você que depois de ler este artigo, você jamais errará, comentava esses dias que a vida não concede manual de instrução,vi isto numa publicação e gostei, você quando nasceu não veio com manual de como evitar problemas, não entrar neles ou como sair quando entrar, simplesmente as situações acontecem e precisamos  aprender com a vida e em especial com Deus e com sua palavra.

Vamos comentar alguns  erros de Sansão, que não podemos  cometer, pois conduzirá a nossa ruína:

1)    Erro de Sansão: Foi desobediente; ele não deveria ser, mas foi, parece algo tão simples, a desobediência não percebemos, mas nos afasta lentamente de Deus. Quando Sansão conversa com seus pais, ele diz que tinha visto uma mulher da filha dos filisteus, seu pai pergunta porque esta mulher teria que ser da filha dos filisteus e fica dica; na pergunta do pai de Sansão, não há porventura mulher entre teus irmãos ou seja na tribo de Israel? Mas nós percebemos que Sansão,  não perguntou o que seu pai achava, ele somente foi avisar seu pai que havia encontrado e queria aquela moça. A Bíblia é clara em Ef 6 …honra teu pai e tua mãe, (honrar em tudo), não diz se o meu pai ou minha mãe, estiver num seguimento religioso ou não, diz para honrar.

2)    Erro de Sansão: Engano dos olhos; a juventude é especialista nisso, erro dos olhos, engano dos olhos. Quem nunca se enganou? O que o olho viu, encantou a alma e enganou o coração. E infelizmente parece que as filhas dos filisteus chamam mais a atenção, afinal as Israelitas são diferentes, Sansão foi fisgado por um laço extremamente perigoso, “olhar”, é preciso tomar cuidado com o que busca no olhar, quando buscamos no olhar encontramos para a vida e as vezes e na maioria das vezes não é o que Deus tem reservado para o coração. É difícil de entender mas é necessário.

3)    Erro de Sansão: Sair do caminho; é impressionante, mas um abismo chama outro abismo, não bastasse a desobediência, o engano dos olhos, agora Sansão desce até a cidade de sua pretendente, no caminho veio um filho de leão, e segundo a palavra ele rasgou o animal no meio, como fendesse um cabrito. Sansão levou aquele animal morto para um canto e deixou lá, há um perigo muito grande quando saímos do caminho. Deus poderá dar livramento, porém brincamos com o pecado. Saímos do caminho, parece que as escapadinhas são inevitáveis e mesmo Deus com tamanha misericórdia, preferimos sair do caminho, gostamos do perigo, brincamos com os leões do caminho. Cuidado, o caminho de Deus não permite escapulidas, poderá ocorrer que não consigamos voltar.

4)    Erro de Sansão: Tocar no Leão morto; quando Sansão sai do caminho ele já havia matado o leão, então descendo a cidade de Timna com seus pais, ele desvia do caminho para olhar o leão (morto), porém Sansão era nazireu de Deus, e não poderia segundo o nazireado tocar em algo imundo (morto), não poderia passar navalha sobre seu cabelo e nem beber do fruto da vide, mas Sansão desobedeceu novamente e tocou no leão morto, neste leão havia um enxame de abelhas com mel, apesar dele (Sansão) não poder tocar, ele desobedece e pega aquele mel, interessante é que não percebemos mais na maioria das vezes o que é doce não sentimos que é mal, é doce bom ao paladar mas nos causará muito mal, porém o sabor é mais forte, não conseguimos impor limite, nem dizer (não quero, não posso).

5)    Erro de Sansão: Contar o segredo; é lógico que a sequência de erros de Sansão culminaria em alguma conseqüência ruim, trágica, pois o pecado não tem piedade, Sansão a todo momento brinca com o pecado, flerta, caminha ao seu lado, o pecado muitas vezes não é palpável, mas no seu último estágio ele torna-se. Aos poucos Sansão entrega-se ao pecado e de repente fala de algo que não poderia, Sansão perdeu seu primeiro relacionamento e começa um novo relacionamento que não agrada a Deus, Dalila é contratada para descobrir seu segredo, e consegue, Sansão brincou várias vezes não contando qual era seu segredo, mas chegou um momento que não dava mais, e ele conta que ele era Nazireu de Deus, e na sua cabeça não poderia passar navalha, Dalila prontamente espera Sansão dormir e entrega ele para os Filisteus, quando Sansão de súbito é acordado ele pensa, que ainda tem “a força”, o poder, mas esquece que o Espirito Santo havia sido retirado dele, e no último estágio o pecado não é tolerante nem bom. Seus adversários cortam seu cabelo ou seja separam ele de Deus e furam seus olhos, pois o desejo do inimigo é este, (cegar), e agora Sansão esta prisioneiro no templo de dagom, sendo divertimento dos filisteus, este é o intuito do pecado (prender, nos distanciar de Deus), como sabemos o final da história, Sansão abraça as pilastras do templo e clama a Deus, seu cabelo cresce e novamente Deus através da vida de Sansão vem com grande juízo sobre os filisteus, porém a vida de Sansão foi ceifada, porque? Pelo fato de ter brincado com o pecado, não faça isso, Deus é amor mas também é justiça, cuidado, as vezes pensamos que as misericórdias nunca terão fim, e abusamos da graça e da misericórdia, não queira experimentar a conseqüência daquilo que você mesmo provocou, então policie-se e etive o mal.

“O Pastor”.

Publicado em Artigos | 3 Comentários

Continuação “Jovens tomando posse daquilo que é seu”. Josué 14 e 15.13-19

Jovens tomando posse do que é seu

Jovens tomando posse do que é seu

O povo estava rodando durante 40 anos  no deserto, desde a saída do Egito até Cades, sofreram devido a desobediência, incredulidade e outras coisas mais, Calebe foi o homem escolhido quando tinha 40 anos e Josué também havia sondado as terras que seriam de Israel,  agora  nesta nova etapa, veremos o sacramentar dos fatos, Deus falou e iria cumprir sua promessa.

A missão de Calebe definiria seu futuro, muitas vezes as missões que Deus nos atribui definirá nosso futuro, o problema é que nosso relatório é negativo e não passamos no teste que o SENHOR apresenta a nós. Calebe e seus irmãos  de outras tribos haviam espiado a terra porém, nosso relatório influencia o povo, tem o poder de animar ou desanimar o coração de qualquer um, você poderá contar a mesma situação usando palavras diferentes, você poderá derreter o coração com verdades duras e inconvenientes ou você poderá contar verdades duras e convincentes, depende do ângulo que olha e do Deus que serve.

Calebe foi este homem, que trouxe o relatório positivo, não mentiu, nem omitiu os problemas, afinal gigante não tem como esconder, porém ele sabia que o SENHOR era com eles e se eles agradassem ao SENHOR, tudo seria diferente e o próprio Deus entregaria seus inimigos. Calebe aprendeu a sobreviver no deserto, afinal o que mantém você vivo no deserto não é a agua e nem o pão e sim a obediência. Calebe sabia das promessas que recaía sobre o povo e entendia que era através da obediência a Deus que viria a vitória.

A sobrevivência no deserto conta com a ação direta de Deus.

a)    É Deus quem concede livramento ao povo.

b)    É Deus quem guia no deserto.

c)    É Deus quem sustenta com pão, água e carne.

d)    É Deus quem concede a sobrevivência.

O tempo havia passado Deus havia cumprido cabalmente o que prometera, o povo havia perambulado 40 anos no deserto, toda a geração de 20 anos acima havia morrido, havia permanecido Josué e Calebe, as terras já estavam sendo repartidas, chegou o momento de tomar posse da herança, 40 anos Calebe tinha quando foi chamado para a missão, 40 anos havia passado no deserto e mais cinco anos se passaram, era um homem de 85 anos, Calebe não esta triste muito menos desanimado, pelo contrário, ele conversa com Josué sobre o direito que ele tinha de possuir sua herdade.

Herança é: Algo transferível, de Pai para Filho, depois herança é de Graça, ninguém paga por herança. Calebe estava pronto para receber do SENHOR sua herança, porque a Terra é do SENHOR, de Graça porque o nosso Pai não cobra a herdade, somente faz a transferência.

Características da conquista para tomar posse da  herança.

Desejo apontar algumas características para conquistar a herança, mesmo Deus transferindo e sendo de graça muitos não estão fazendo por merecer, apesar que sei que tudo não é por merecimento e sim por graça, mas deixando de lado o sentido único de cada palavra e tendo a compreensão geral do texto, sabemos que a maioria das pessoas falharão em algum aspecto, é bom uma orientação.

1)É necessário Perseverar (ter perseverança) em servir a Cristo: em todo momento Calebe perseverou em servir a Cristo, alguns momentos da nossa vida, vacilamos e cada tropeço muitas vezes nos distanciamos de Deus, a perseverança é a arma daquele que espera e a certeza daquele que crê.

2)Somente conquistará ou tomará posse da herança aquele que estiver com Vida. Parece óbvio, mas é necessário dizer, mortos não tomam posse de terras ou conquistam heranças, e Calebe sabia muito bem disso, ele estava vivo e fez questão de afirmar isso, as vezes nós estamos vivos, mas parecemos que estamos mortos, e as vezes estamos mortos espiritualmente falando, que Deus tenha misericórdia de nós para quando for preciso tomar posse da herdade, estarmos bem vivos.

3)Precisamos conservar o vigor para a Guerra (Força): Calebe um homem de 85 anos disse a Josué que possuía o mesmo vigor de quando havia vindo espiar as terras. Necessitamos de conservar nosso vigor, nossa força, porque no dia da herança precisamos estar firmes para lutar e vencer nossos gigantes.

4)Ter coragem apesar dos gigantes Deus prometeu a terra: Apesar de Calebe entender e ver que a terra tinha gigantes (plural), sempre haverá isso em nossa vida, gigantes no plural, Calebe sabia que Deus daria a força, o vigor e o escape. Os filhos de Enaque estavam lá, o Sesai, o Talmai e o Aimã, porém não haveria problema algum, porque Deus era com ele e Ele também é conosco, mas coragem é preciso, porque não são os fortes que vencem e sim os tementes a Deus.

5)Segredo da conquista estará sempre ligado ao nome da promessa: O que Deus prometeu a você? Geralmente estará associado, não é numerologia, nem necromancismo, são verdades bíblicas e espirituais, todas fundamentais para nossa compreensão. Calebe herdou Hebrom, e justamente este era os lugares dos gigantes, então vem a pergunta, porque Calebe não temeu? Primeiro, hebrom significa comunhão,aliança e Calebe possuía aliança e comunhão com Deus, quem não possuía eram os gigantes, quando eu tenho comunhão, e aliança com Deus, nenhum gigante poderá resistir na minha herdade, terra ou promessa. Os anaquins não tinha aliança, pacto com Deus e Deus expeliu todos.

6)Ninguém conquista sem entregar algo: Quando Calebe conquistou parte de suas herdades, havia um lugar que ele não conquistou, mas Deus concedeu uma estratégia a ele, Calebe disse ao que conquistar aquele território, darei minha filha para ser sua esposa. Um jovem guerrreiro, valente aceitou o desafio e conquistou, porém Calebe no meio dessas conquistas precisou entregar sua filha, não quero associar de maneira errada mas entenda por favor, Deus Pai, para voltar a aliança quebrada, para restaurar e instituir um novo pacto, precisou enviar seu filho, para que Deus pudesse conquistar e restaurar nós (pecadores) e quando digo sobre conquistar neste momento, não falo da conquista propriamente  herança, nos tornamos, porém recuperados por meio da Graça e do Calvário, Deus nos conquistou, é por isso que somos seu, feituras sua, somos Dele e para Ele e sempre seremos para todo o sempre Amém.

“O Pastor”.

Publicado em Artigos | Deixe um comentário

Jovens tomando posse do que é seu!!! parte 1

Jovens tomando posse do que é seu!!!

Esses dias confesso que fiquei muito preocupado devido ao tema que trouxeram para que pudesse ministrar. Com todo respeito se tem alguém que não dúvida das promessas é este que sempre curti escrever  com esta  caneta eletrônica que o céu nos presenteou chamada tecnologia. Razão da preocupação? Será que os jovens sabem do pedido que fizeram? Será que o coração deles é inclinado ou voltado somente para as promessas de Deus? Qual a motivação em pedir uma ministração voltada para o seguinte tema: Jovens tomando posse daquilo que é seu. Achei prudente repensar o assunto,  acreditei que a convicção é nobre, idealizei uma causa crendo ser justa, mas confesso que precisamos entender alguns “porques”, não todos, lógico, seria impossível, porém alguns tornam-se necessários.

Quando imaginei algo para ministrar, pulsou forte em meu coração a vida de Calebe, parece que falar em tomar posse, herança, promessa, e situações dessa natureza, Calebe é o retrato ideal e real para tirarmos lições. Mas voltando um pouco no pedido de nossos jovens, percebi que a motivação era correta mas a compreensão deles errada, e precisei trazer um pano de fundo para que compreendessem a situação. Fiz justamente isto, antes de falar sobre o personagem Calebe precisei relatar momentos antes, é sobre isso que gostaria de compartilhar nesta reflexão.

Quando olhamos para Números capítulo 13 e 14, estes textos retratam bem a situação, havia um espírito de rebeldia e murmuração no povo, eles não davam ouvidos a voz de seus líderes (Moisés e Arão), doze homens tinham espiado a terra e voltado com relatórios diferentes, o relatório de dez derreteu o coração do povo; disseram que a terra era fértil em certas áreas mas seus habitantes inconquistáveis, disseram que a terra devorava seus habitantes, que um povo terrível habitava ali, pessoas de elevada estatura (gigantes) e que jamais eles conseguiriam permanecer nestas terras. O povo foi inflamado pelo discurso negativo, no capítulo 14 a situação piora e o desejo era de voltar ao Egito, murmuram contra Deus e contra os líderes, choraram  porque ouviram as pessoas erradas, aceitando uma avaliação pessimista, esqueceram facilmente das promessas.

As vezes queremos resultados melhores, esperamos que Deus nos coloque em lugares promissores e pensamos que Ele vai nos abandonar em momentos de crise, jamais Deus nos abandonará, não devemos murmurar nem ter saudade do Egito, porque para o Egito não voltaremos mas precisamos ter em mente que o deserto é grande e poderemos morrer neste local.

Quando o povo não é maleável, tratado,de dura cerviz, incrédulo, obstinado, rebelde precisa ser curado e Deus sabe o que retira estes adjetivos do coração do povo (deserto). Os rebeldes incitaram o povo contra o líder, a rebelião passa por alguns aspectos. Vejamos:

  1. O fermento da discórdia é lançado no meio do povo, este é o principio.
  2. Levantar-se contra quem está estabelecido por Deus, segundo passo.
  3. Suscitar um nome para permanecer no lugar do homem que foi colocado por Deus, terceiro passo da rebelião.
  4. Tentam matar o líder e neste momento Deus precisa intervir, passo final.

O rebelde não quer obedecer, não deseja tomar posse da terra, é contra o SENHOR, teme o povo e não teme a Deus, as vezes até pertence ao povo de Deus mas é contra tudo que o líder estabelece na congregação. Neste momento,  Calebe discorda do relatório  e confronta dizendo que o Senhor era com o povo, ele usa um termo interessante dizendo que: “retirou-se deles seu amparo”, no original  isso significava que a sombra havia sido retirada deles ou seja é uma figura de linguagem de quem caminha no deserto (quem tem sombra tem proteção), proteção do sol, é benção  ter uma montanha ou encontrá-la no deserto para esconder-se atrás dela na sombra e Calebe nesta figura de linguagem diz: retirou-se deles o amparo (a proteção, a sombra) e o Senhor é conosco.

Outra figura importante retratada no texto de Números é justamente a terra, ela possui algumas qualidades: os frutos são grandes, a terra é fértil, produzia muito (tudo que plantava dava) e as uvas estavam no período da colheita, então as uvas estavam sob vigilância dos donos das vindimas (eles viviam em estado de alerta) para que ninguém usurpasse o fruto, para os espias retirar alguns frutos deveriam ter coragem e sabedoria.

Quantos querem tomar posse da Terra? Apesar de acreditar que a maioria não esta preparada para tomar posse, eis  aqui alguns pensamentos  para nortear nossa caminhada cristã:

1)Calebe foi escolhido e Enviado: Na realidade não apenas Calebe, mas outros onze companheiros de Calebe foram escolhidos e enviados nesta missão, para tomar posse da terra. Tem que ser escolhido e enviado, tem que ter sucesso na jornada e quando refiro a sucesso digo precisa apenas ir e voltar, havia a necessidade da volta para prestar o relatório. Qual o relatório que você  líder de departamento, louvor, jovens ou líder de ministério tem apresentado? Vale a pena lutar pelo território?

2)Retorno com os relatos:  Qual é o seu tipo de relatório? Será aquele que inflama a congregação ou aquele que garante que Deus é conosco?  O seu relato é a favor de possuir a terra? Porque você vai contra seu líder, sendo sua decisão  favorável a ocupação das terras? No seu relatório você anima ou desestabiliza o povo? O seu relatório sempre motivará ou arruinará todo arraial. Israel possuiria forças para invadir sete nações  com apenas seiscentos  mil homens e vencê-los? Será que eu vejo na terra somente os gigantes? Os filhos de Enaque também fazem parte do relatório, não tem como retirar gigante do relatório, eles estão lá, segundo a palavra, Enaque possuía três filhos: Sesai (Livre) Aimã  (Liberal) e Talmai (Ousado) significado no (hebraico), qual é a característica  do gigante que está na terra que é sua por herança? Saiba que a terra é do Senhor, e Ele concede a você, porém na terra tem gigantes, qual o gigante que esta na sua terra? Ele é livre, liberal (tem liberdade) é ousado.

3)Questão de sobrevivência: Na geração, no deserto, lutando para tomar posse da herança, precisamos entender que:

a) Nossa atitude diante de Deus, depois diante do problema ou dos homens determinará nossa benção. Quando olhamos o diferencial entre Josué, Calebe e os dez, foi justamente a atitude deles que gerou a benção. Dez apresentaram relatório negativo, porém eles apresentaram  relatório positivo ante aos problemas.

b)Cumprir a tarefa não significa tomar posse da herança: Alguns cumprem a primeira parte mais não chegam no final por causa do relatório. Alguns olham a terra, caminham na terra, colhem frutos para o relatório, mas não entram na terra.

O momento ficou tão crítico que o povo tentou matar Moisés, Arão, Josué e Calebe, porém Deus precisou ocultá-los. Deus proteje o escolhido que permanece  nele, o segredo é Deus agradar-se de nós. Quer tomar posse da terra?

1)Ouça o relatório e acredite.

2)Saiba que na tua terra tem gigante e você precisará combatê-los.

3)Aprenda a caminhar no deserto sem murmurar da liderança e do próprio Deus.

4)É Deus quem te colocará na terra.

“O Pastor”

Publicado em Artigos | Deixe um comentário

Lições do Apóstolo do Amor “João”.

Lições do Apóstolo do Amor "João"

Lições do Apóstolo do Amor "João"

A epístola de João em especial o texto de  1Jo 2.18 é um clássico texto para nossos dias, quando olhamos esta passagem  salta em  nosso coração o desejo de  cumprir mais e mais o  IDE do Mestre amado. O Apóstolo João já estava em avançada idade, segundo alguns historiadores  poderia variar entre 85 a 95 anos, ancião de dias, era o referencial daquela geração,  podemos dizer que estava prestes a  passar o bastão para a próxima geração pois sua idade havia chegado. A ilha de Patmos ainda aguardava este ancião, mas como era supervisor das Igrejas da Ásia, antes de passar o comando a outro, ele “João”, o discípulo amado começa sua Epístola aconselhando.

Filhinhos: termo este que expressa afeição por membros jovens e inexperientes, João estava indo e uma nova geração surgindo e seu desejo  é primeiramente aconselhar,  assim como Jesus aconselhou  mostrou os pontos positivos e depois mostrou os negativos e denunciou as  sete Igrejas da Ásia, João traça este perfil.

Depois de acariciá-los como Filhos amados, João detecta duas heresias instauradas no seio da Igreja:

  1. Docetismo:  Eles criam que Cristo não era humano seu corpo era um fantasma, assim seus sofrimentos foram irreais, estes  por sua vez negavam a humanidade de Cristo.
  2. Gnosticismo:  Eles criam que  Jesus somente foi  homem e que o poder  seria  uma descida temporária de um “aeon” ou emanação este veio no seu batismo. Tendo abandonado na sua crucificação. Eles também negavam  o valor da expiação, criam que  Jesus veio da água mas negavam o valor do sangue.

Estas duas heresias, tem encontrado força em muitas igrejas, Cristo é suficiente apenas como homem? Outros pensam que  Ele somente era Deus negando suas  duas naturezas. Será que Deus é suficiente para cobrir apenas suas necessidades? Ou apenas  Deus para recompor seus anseios e desejos?

…já é a última hora:  O Apóstolo faz uma leitura da situação e escreve esta frase, interessante que esta  frase ocorre somente aqui nesta epístola, em outros locais  percebemos frases como: últimos dias, último dia. Há uma diferença que é necessária falar dela, João era Judeu, mais também era Cristão. Como Judeu o significado seria outro, já é a última hora, fala sobre o momento do advento do Messias, momentos antes que o Messias virá  para Israel.  No contexto  cristão, fala de um momento crítico que estaria ocorrendo na terra, antes da volta de Cristo (parousia). São semelhantes porém diferentes, o dia em si é pintado da seguinte maneira, seria um dia de:

a)Apostasia

b)Degradação Moral

c)Levantes sociais e políticos

d)Fome

e)Peste

f)Guerras

Por isso na concepção de João a  última hora é crítica. Porém devido ao sofrimento João dá a idéia que esta (hora) seja maior que as outras foram, (porção dobrada), não seria dias de 24 horas apenas, horas de 60 minutos, gerações de 40 anos ou 70 anos, seria o (Último momento) na terra que duraria até a volta.

O Apóstolo João, acreditava que através das adversidades vinha o refinamento, o peneirar de Deus mostraria quem é quem, pois  havia uma tradição na Igreja Primitiva, palavras de Jesus em Mt 24.23-36 “…se alguém vos disser: Eis aqui o Cristo! Ou: Ei-lo! Ali! Não acrediteis!” até onde  sabemos cada geração é potencialmente a última e a esperança purifica a espera.

anti-Cristo: esta palavra tem vários significados, quero abordar dos três significados dois deles, o primeiro significado seria, o homem iníquo, o filho da perdição, este todos sabem que virá, mas existem dois outros que normalmente esquecemos deles:

a)    Em lugar de Cristo: esta idéia é inclusa no texto, o anti-Cristo quer o lugar de Cristo, quer substituir Cristo, quer ser o Filho de Deus, quer a Adoração , Glória, Honra, Exaltação que tributamos a Cristo. O que tem tomado o lugar de Cristo na sua vida? As vezes procuramos enxergar o anti-Cristo bem longe de nossas Igrejas, mas ele está entre nós, e por vezes dentro de nós. Será que você tem feito sem saber um altar ao anti-Cristo?

b)    Contra Cristo: a segunda idéia é que o anti-Cristo fará oposição  a Cristo, tudo que é de Cristo ele será do contra, sendo opositor, suas reações serão malignas e fará sempre do mal o seu principio normativo. Muitos dos que se proclamam hoje, apenas são arautos ou seja proclamadores do anti-Cristo.

Lembra dos  (Aeons) ou (Emanações)? Na concepção deles Gnósticos e Gnósticos Docéticos, Jesus era ou seria  apenas mais uma emanação a ser estudada, pergunta que não quer calar… quem é Jesus para você?

Eles negavam que  Ele fosse o verbo, eles negavam que Ele fosse a luz, eles negavam sua encarnação, não atribuíam a Ele poder, viam Jesus como homem, alquebrado e derrotado na cruz, pois as emanações tinham deixado Ele, antes da sua morte, mas na verdade tanto os gnósticos docéticos quanto os gnósticos não estavam nem aí para o Cristo, Ele era mais um aéon ou emanação ou quem sabem nem isso representava, maior ou menor não importava, dentre muitos deuses poderia ser mais um… quem é Deus para você? Pelo menos Ele existe? Veio para suprir os seus caprichos e luxos?

Você tem sido confrontado com esta palavra, o que você quer para sua vida? Quem é Deus para você? O que Ele fez por você? Você o reconhece e conhece? O que você faz pela causa (Reino) ou tem feito? Assuma um compromisso ore assim: Deus eu não sou quem eu deveria ser, nem sou quem eu  gostaria de ser, mas faça de mim aquilo que tu queres.

O Pastor.

Publicado em Artigos | 1 Comentário

Lázaro…Ressuscita!!!

Lázaro .... Ressuscita !!!

Quando fala-se em Ressurreição, identificamos como um dos grandes milagres, afinal não são todos os dias que pessoas morrem e ressurgem. Temos em João 11 o retrato da pior situação que o ser humano poderá enfrentar. Sei que hoje em dia existe inúmeras situações causticante na terra, porém a perda de um ente querido realmente machuca muito, não é para menos, não fomos criado para separar-nos. Antes de entendermos João 11 é necessário compreendermos, situações apriori; vejamos: Mateus escreve para os Judeus, provando através da Genealogia que Jesus é da Tribo de Judá e por conseqüência sucessor direto de Davi no Trono, o símbolo ou figura do livro de Mateus é o Leão e como todos sabem o Leão toca o chão, vem o livro de Marcos e este escreve para os irmãos que estavam em Roma, a linguagem é inteira militar a começar pelos primeiros capítulos que encontramos uma palavra usada no exército romano (Logo), também recebe destaque o servo sofredor e a figura usada para o livro é justamente o boi. Lucas é um médico e por ser médico é detalhista, seu livro tem o intuito de alcançar alguém “Excelentíssimo Teófilo”, por ser companheiro de Paulo e estar sempre junto em suas viagens, provavelmente o alcance deste livro seria para os gentios e a figura representada o “Homem” ou “Filho do Homem”, visto que Jesus aparece inúmeras vezes assim e por fim, o livro de João começa diferente de todos, devido as heresias da época o desejo de João é provar a deidade de Jesus, o começo do livro surpreende quando ele começa voando dizendo: “No principio era o verbo, e o Verbo estava com Deus e o Verbo era Deus”. Diferente de tudo que se possa imaginar João escreve para a Igreja formada, seu desejo é que a Igreja não entre nas heresias da época, a figura do livro é a Águia, pois João começa relatando de algo divino e ao mesmo tempo terreno, a profundidade inicial demonstra os vôos altos que esta ave consegue fazer e atingir, assim como profundo é o inicio de João. No livro de João ele narra alguns fatos e alguns deles somente João escreve, quero colocá-los em ordem: 1. Sinal ou Milagre: Bodas em Caná da Galiléia (Água transformada em Vinho). 2. Sinal ou Milagre: A cura do filho de um oficial do rei. 3. Sinal ou Milagre: A cura de um paralítico (tanque de Betesda). 4. Sinal ou Milagre: A multiplicação de pães e peixes. 5. Sinal ou Milagre: Jesus anda por sobre o Mar. 6. Sinal ou Milagre: A cura de um cego de nascença. 7. Sinal ou Milagre: A ressurreição de Lázaro. Creio que depois do relato rápido de Mateus, Marcos, Lucas e João começamos a organizar melhor nossas idéias. No capítulo 11 de João vemos o último sinal ou milagre, João simplifica o evangelho com propósitos definidos e neste capítulo João descreve com clareza que Jesus é homem mas também é Deus, Jesus chora mas Ele faz o milagre da ressurreição. Algumas situações chamam a minha atenção e desejo compartilhar: 1. Ponto a: Não é porque Jesus ama que não padeceremos necessidade: conhecemos a história, sabemos bem quem era Lázaro, Maria e Marta mas independente de quem você seja, Jesus não isentará você de algumas situações. A morte bate a porta de todos, situações boas e ruins ocorrem, é natural da vida, não fique com esta utopia achando que você é queridinho de Deus e que nada acontecerá contigo. A Biblia relata no capítulo 11 versículo 3 que as irmãs de Lázaro mandaram avisar o mestre e terminaram com um recado singelo “aquele a quem amas”, chantagem ou não? Jesus não foi quando pediram, precisaram ou quando enviaram recado. Nem sempre Jesus virá quando você chamá-lo, as vezes o propósito é outro e você não entende. Calma, espere mais um pouco Jesus está vindo. 2. Ponto b: Situações existem em nossas vidas para Glorificar o Nome do Senhor: Lógico que algumas coisas ocorrem para isso outras não; porém devemos entender, e ter discernimento para entendermos o agir de Deus. Quando Jesus recebe a notícia e não vai ao encontro, quem sabe muitos pensaram que Jesus não amava de fato, mas Jesus tinha um propósito maior atrás daquela situação. Independente do seu problema Deus sempre irá surpreende-lo com algo maior e melhor. 3. Ponto c: Quando Jesus aproxima da casa Marta vem ao encontro, foram muitas oportunidades que Marta poderia encontrar o Mestre, mas é justamente numa situação de angústia dor e sofrimento que ela vai ao encontro do Mestre, as vezes é justamente a dor o sofrimento que nos levará a presença do Eterno, não espere que isso ocorra para que você possa aproximar-se de Deus. 4. Ponto d: Havia entre os Judeus uma tradição fortíssima, que o Espírito após a morte ficava três dias rondando o corpo e que neste período, poderia restaurar a vida, Jesus chegou na casa de Marta, Maria e Lázaro no quarto dia, para aniquilar uma tradição, para mostrar que Ele era um homem que chorava mas um Deus que operava milagres. Conclusão Independente da necessidade, precisamos compreender os propósitos de Deus, qual o propósito que Ele tem na sua vida? Estamos sujeito aos problemas e dificuldades, mas temos um Deus poderoso, não espere chegar a dor e o sofrimento para aproximar-se de Deus, pois Ele deseja ser adorado antes do milagre.

“O Pastor”

Publicado em Artigos | 1 Comentário

Quem você pensa que é? 2 Reis 5. 1

Quem você pensa que é?

Certamente não é a pergunta mais simples, porém é necessária. Quem você pensa que é? A sociedade faz julgamento das pessoas, pelo que elas tem e não pelo que elas são. Quem você é? Quem você pensa que é? O que Deus pensa a seu respeito? O que a sociedade pensa? Na maioria delas, são perguntas sem respostas e importantes ao mesmo tempo. Esses dias por estar trajando uma roupa não tão apropriada, e posso dizer o que era (shorts e chinelo) recebi um julgamento  pela pessoa do que ao seu ver eu parecia “um badeco, ajudante” algo dessa natureza. Depois de um tempo no estabelecimento da pessoa meu amigo apresentou como co-pastor da igreja de nossa cidade então a pessoa ficou sem saber o que dizia, afinal ela já havia estabelecido o pré-conceito. Isso é terrível, mas é normal, infelizmente,  mas precisamos falar sobre Naamã, quem este homem pensava ser? Será que era importante ou suficiente? Aquilo que você é jamais poderá interferir naquilo que você deseja. A Bíblia diz que este homem era:

  1. Naamã, comandante do exército do rei da Síria. Este homem tinha milhares de soldado a sua disposição, qualquer ordem deste homem seria cumprida cabalmente, Naamã, comandava as tropas do Rei, mas este homem enfrentava um problema, os soldados não conseguiam ver, outros não conseguiam enxergar, mas ele tinha um problema aliás um grande problema.
  2. Naamã, era grande homem diante do seu senhor, isso significa que ele não era somente um comandante era uma pessoa diferenciada na Síria, era diferente diante do seu senhor, o seu senhor o respeitava muito.
  3. Naamã, era homem de muito conceito, porque por ele o Senhor dera vitória a Síria, este homem ganhou o respeito e tornou-se grande diante do seu senhor porque foi através dele que o Senhor livrou a Síria.
  4. Naamã, era herói de guerra, sabemos que heróis gozam de privilégios, este homem  encabeçava as lutas, marchava contra os adversários e derrotava.
  5. Naamã tinha um porém na vida, uma vírgula que definia como “leproso”.

Imagina comigo, comandante do exército, um grande homem, de elevado conceito, um herói de guerra, quando chegava em sua casa deparava com seu problema, quando começava tirar suas armaduras, com certeza precisava de ajuda porque dependendo do estado da lepra ele poderia perder membros do seu corpo, é difícil para alguém dessa estirpe reconhecer, precisar, pedir ajuda. Continue analisando comigo, do que adianta ser:

  1. Comandante do exército da Síria.
  2. Grande homem diante do seu senhor
  3. Homem de conceito
  4. Herói de Guerra
  5. E ser leproso???

Gostaria de falar sobre: O que Naamã precisava entender?

Naamã precisava entender que:

1)    Tudo que ele precisava saber era, que o milagre não viria por causa de suas patentes ou credenciais e sim porque  Deus é misericoridoso. Isso ocorreu quando uma garotinha que havia sido levada presa ou cativa disse que se Naamã estivesse em sua terra o homem de Deus restauraria de sua lepra. Dar ouvidos a garotinha? Ou permanecer leproso? Ouvir o improvável? Quem precisa de um milagre dá ouvidos. Não depende de quem somos depende do que Deus é. Somente quem precisa de milagres ouve, obedece, mesmo que pareça vil, Deus usa as coisas que não são para confundir as que são ou pensão ser.

2)    Naamã precisava entender que era Leproso.  Parece óbvio mas é necessário reconhecer. Hoje em dia há muitos que não conseguem reconhecer que são leprosos, simplesmente reconhecem que precisam de um milagre. Porém a lepra também tem outro significado, “pecado”, quem consegue reconhecer que é pecador? Em Israel seria impossível um leproso ocupar uma posição de destaque Lv 13.45-46, pois o leproso ficava fora da cidade ou arraial até ser limpo da lepra.

3)    Naamã precisava entender que o Milagre ocorreria, porém não na Síria e sim em Israel. Queremos o milagre mas não queremos sair do lugar, não queremos mudança, não estamos pronto para o novo, estamos acomodados, porém a atitude de Naamã foi diferente. O que milagre vem através da atitude nova, atitude de obediência, atitude diferente.

4)    Naamã precisava entender que o milagre não viria do jeito que ele imaginava e ele precisava deixar a soberba, e o orgulho de lado, quando ele aproxima-se da casa do Profeta Elizeu e este nem sai para cumprimenta-lo, recebe-lo ou dar as honrarias devida, Naamã fica indignado,  e mandou ele mergulhar sete vezes no Jordão, Naamã fica indignado, ele poderia pensar, mas eu trouxe ouro, trouxe tanta coisa e esse sujeito trata assim, desde este tempo as pessoas tentam colocar preço nas bênçãos de Deus, tentam comprar, manipular o sagrado como se isso pudesse ocorrer. Bençãos não são conquistada por mão de homens,,e, sim pelas mãos de Deus.

Conclusão

Deus é misericordioso, Ele (Naamã) precisava reconhecer que era leproso, Ele precisava sair do local que estava (efetuar um esforço), Ele precisava deixar a soberba e o orgulho de lado. Quantas pessoas deixam de ganhar por causa do orgulho da soberba?

“O Pastor”

Publicado em Artigos | 2 Comentários